sábado, 21 de junho de 2008

Giz

O exercício da escrita
no caderno virtual
diário de adolescente
de quarenta e tantos
(envelhescente, então)

vai somando os amigos,
dividindo angústias,
subtraindo o que foi.
Multiplica o que poderá

Como na folha de papel
que embrulhava o pão
copiava as tabuadas
com lápis no. 2

Como na primeira iniciação:
escrever com caneta tinteiro
exercício que retomo,
pra lembrar onde aprendi

No terceiro ano da escola,
com 8 anos então,
treinava escrever com tinta
cada pausa era um borrão

Depois vieram as Bic
expressão de liberdade
ainda borravam um pouco
e vazavam no estojo

Mas a lembrança remota
a mais doce, proustiana,
caixa grande de giz de cera
cera de abelha, Albion

O estojo de madeira
com tampa que deslizava
o rótulo colorido,
as letras pretas, 'modernas'

E quando abria a caixa
enfileirados e lindos
meus brinquedos preferidos
o perfume de mel que tinham

A cor era bem vibrante
(descobri que cor cheirava!)
Então comia com os olhos
meu estojo de giz de cera

Os desenhos eram iguais
aos de qualquer criança no mundo:
sol, casa, árvore,
água, gente, caminho

Pra escola se ia à pé
contando as pedras do chão
cachorros acompanhando
sacola com cheiro de pão

A velha professora
hoje sou eu e olho
a criança, a adolescente,
que não querem ir embora


A foto é de 1981 e foi o amigo Ivaldo quem tirou, na faculdade.
"Envelhescente" é uma expressão do Mário Prata, no livro Diário de um Magro.
Marcel Proust escreveu Em busca do tempo perdido.

4 comentários:

nana' hayne disse...

Maryyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyyy!!!
que saudades muie'!!!
E ainda ao ver esta foto...nossaaaa qtas lembranças!

Sim "envelhescente" é nosso termo hj , hehehe!!!
bjs querida, já já te escrevo um mail

Trocando Idéias disse...

Mary....
Quantas saudades!!! cadê uma foto sua de agora??? Cadê vc??? Também estou lecionando Artes, ciclo II... não, não envelhescente... só a casca de fora que fica marcada, mas por dentro, ainda quantos sonhos e vontades pra fazer acontecer...
Beijão!!!

Mary Flower disse...

Nãna, banana!!!

Então, Naná, esta foto nós tiramos quando estávamos nos preparando pra ensaiar pro teu casamento com o Francês... faz tempo. Que é de Bruno? Que é de Tia Bebequinha?
Que hora é essa? A Totô ainda é minha vizinha. Tô com saudades do Piau, da Ceição, do Macka, Ciça, todos...beijos mil!

Mary Flower disse...

Quem é você, Trocando idéias??? Não consegui descobrir!!!